10 dicas para melhorar o Instagram de médicos e profissionais da saúde

 

  1. Crie uma “bio estratégica”: A “bio” (descrição do perfil do Instagram) é a primeira coisa que um paciente irá ver (e o feed também!). Nos 150 caracteres disponíveis descrever o seu perfil, informe seu nome, número do CRM, sua especialidade, seus principais procedimentos (ou o que as pessoas mais buscam), onde você atende (cidade e endereço) e como entrar em contato (WhatsApp, telefone). Dica: Aproveite este texto e cole no final de TODOS os textos do posts do feed. Assim, ficará mais fácil para quem ler a sua postagem saber quem você é e como entrar em contato. Sobre a foto: ao invés de logotipo, utilize a sua foto. Fica mais humano.
  2. Conte uma história: Muito mais do que falar do seus procedimentos ou de assuntos profissionais e médicos (que todos falam a mesma coisa), fale sobre quem você é, no que acredita, compartilhe frases que gosta e que transmitam seus valores pessoais. Desta forma você se irá criar conteúdos originais e diferentes.
  3. Fuja do banco de imagens! Invista em fotos próprias, que mostrem o seu dia a dia na clínica com a sua equipe, seu ambiente onde recebe os pacientes, etc. Obs: médicos não podem publicar fotos com pacientes. 
  4. Organize os seus stories nos “highlights”: Se você costuma postar vídeos, por exemplo, organize-os por assunto. Isso facilita para o seguidor encontrar o que tem mais interesse e assistir stories que já foram postados. 
  5. Perca a vergonha e faça vídeos nos stories! Faça um teste. Publique em um dia uma série de vídeos nos stories e em outro, uma série de imagens. Avalie em qual dos conteúdos houve mais engajamento. Pela minha experiência avalio que há um maior engajamento quando são vídeos dos próprios profissionais, mesmo que sejam sem produção ou filmagem profissional. Vídeos maiores de 1:30, poste no IGTV. 
  6. Crie estratégias que gerem ação e engajamento: Toda a comunicação precisa de uma estratégia e um objetivo. No caso do Instagram ou do marketing digital, o propósito é sempre gerar uma ação por parte do receptor. Por isso, faça enquetes para saber o que os seus seguidores desejam saber, quais as dúvidas que eles têm; faça perguntas nas postagens; coloque links nos stories que levem para o seu WhatsApp. 
  7. Crie um cronograma de postagens: crie um planejamento com conteúdos diversos para atualizar as suas redes sociais e ter FREQUÊNCIA de postagem. Se faltar ideias, faça uma sondagem com os seus pacientes. Dica: ao final de cada atendimento no consultório, anote as principais dúvidas dos pacientes. Depois, organize em assuntos. Utilize estes insights como guia para criar postagens.
  8. Compartilhe o conteúdo do Instagram em outras redes sociais. Otimize o conteúdo criado compartilhando a mesma postagem no Facebook e em outras redes como Blogs, Pinterest e Twitter, por exemplo. Se você levou tempo para escrever um assunto, não poste apenas no Instagram. Aproveite o conteúdo para melhorar sua presença digital e posicionamento no Google.
  9. Reserve um tempo na sua agenda para pensar a sua comunicação: Todos sabemos que a propaganda pode ser a alma de um negócio e auxiliar a ter mais pacientes e a se diferenciar. Mas isso não irá acontecer se você não dedicar um tempo da sua agenda especialmente para isso. Se você é um profissional da saúde e é a sua rede social, independente de ter ou não uma agência, você precisa se envolver no processo de criação. Algumas reflexões: Você está atingindo os objetivos? O que pode ser melhorado? Como estão as postagens? Você está tendo uma frequência semanal de posts.
  10. Invista em mídia: De nada adianta investir todo esse tempo se você não impulsionar os posts. Os algoritmos do Instagram entregam os conteúdos postados apenas para um % pequeno da sua base de seguidores. Ou seja, para melhores resultados em termos de alcance (número de pessoas que visualizam uma postagem), é necessário investir em anúncio.

#marketingmedico #marketingdigitalparamedicos #marketing #medicina